Textos


Polaridade
 
Vivo na polaridade,
Entre o bem e a maldade,
Entre o certo e o errado,
Entre a luz e o pecado,
Entre o sol e a escuridão.
 
Isso tudo é tão confuso,
Que eu entro em parafuso,
Sem saber o meu caminho,
E o avinagrado desse vinho,
Me torna amargo o coração.
 
Me embriago com as mulheres,
Entre pratos, copos e talheres,
Como a carne que me aquece,
Que a vida me oferece,
E abomino a religião...
 
Entre padres e pastores,
Só prefiro meus amores,
Que são bem mais verdadeiros,
São alegres, companheiros,
E trazem o céu à minha mão!

 
elzio
Enviado por elzio em 19/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr