Textos


Farinha do mesmo saco
 
Quero ser igual a todo mundo,
A José, ao João, ao Raimundo,
Somos todos, crias do mesmo chão.
Farinha do mesmo saco, que faz um pão!
 
Quero crescer pelo esforço merecido,
Sem, de favores, ficar agradecido,
Que se nasça, em regime de igualdade,
Onde haja paz, amor, fraternidade,
 
Tenho ojeriza ao que chamam de partidos,
São causadores de povos desunidos...
Partido, quero somente que seja o pão,
Símbolo do amor por um irmão!
 
Quero a brandura da palavra,
Que cura, harmoniza e destrava,
Todo e qualquer nó que nos amarre.
Quero a liberdade entre os irmãos!

 
 
 
 
elzio
Enviado por elzio em 04/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr