Textos


Confidências
 
Não confie em mim,
Não sou o não nem o sim,
Nas coisas do amor.
Sou assim como o vento,
Sem lenço, sem documento,
Sou o prazer e a dor.
 
Comigo, seja prudente,
Sou presente, sou ausente,
Não sou vento, sou ventania,
Sou levado de roldão,
Não sou mente, sou coração,
Sou romance e poesia.
 
Nunca confie em mim...
Não sou o não, nem o sim,
Talvez seja um porém,
Sou viajante sem norte,
Amigo da vida e da morte,
Não sou seu, nem de ninguém!

 
elzio
Enviado por elzio em 28/10/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr